quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Até...

... onde podem ir os limites dos nossos sonhos?

Mesmo quando a força esmorece e a capacidade de acreditar é abalada, ainda assim, é possível sonhar com aquilo em que um dia acreditámos piamente?

*

1 comentário:

  1. Temos que acreditar sempre. Nunca desanimar. Lindo o poema.
    Sandra

    ResponderEliminar